terça-feira, 17 de novembro de 2009

Torta all'arancia.


Ano passado, na comemoração do aniversário do Mario, a esposa de um amigo italiano nosso trouxe três doces maravilhosos para a sobremesa. Uma delas era um bolo de laranja. Eu ainda estava grávida da Letícia e com uma compulsão louca por açúcar, e é com essa justificativa que digo que comi o bolo de laranja quase inteiro sozinha, em poucos dias. Comi porque na noite do aniversário não estávamos em tanta gente e já tínhamos devorado grande parte do tiramissu e do bolo espetáculo de nutella. Ou seja, embora estivesse tudo divino, não havia mais espaço para tanto doce, e ele sobrou! Era um bolo simples de laranja, recheado com creminho do mesmo sabor e açúcar de confeiteiro por cima.




Fiquei com a receita do bolo, super simples e delicioso.

3 ovos
150g de açúcar
1/2 copo de leite

100 gr de manteiga
200 gr de farinha
1 pacotinho de fermento
Casca de laranja raspada

Creme recheio:
2 laranjas espremidas
100 gr de açúcar
1 colher de farinha
Ferver por cerca de 1 minuto

E a receita foi deixada simplesmente assim, sem maiores explicações. Fiz do meu jeito (é claro que não bati claras em neve, não juntei manteiga e açúcar e fiquei batendo, mas apenas juntei tudo e bati). Não medi em gramas pois não tenho balança e posso apenas medir os líquidos. Fiz com as clementinas e não com laranja, pois são as frutas da época. Ao invés de rechear com o creme, cobri o bolo com ele e dispensei o açúcar de confeiteiro. Ou seja, bem eu, mudando tudo! O que não deixou de servir para matar a saudade daquele bolo, de quase um atrás, bem mais bonito que o meu, e que eu ainda não havia reproduzido!

O bolo saiu assim, moreno, para que assasse o suficiente. Há mais de um ano morando nesta casa e ainda não dominei totalmente meu forno. Um dia hei de chegar lá! :)

2 comentários:

Talula disse...

Não sei fazer bolos, Flavia. Mas quando vejo uns lindos assim, fico morrendo de vontade...
:)

Anakoelho disse...

Q. receitinha boaaaa,ainda com uma calda...,já copie!Obrigada por partilhar.
Abraço,t+!


Ana.